Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte – Dirf 2019

Você já está se preparando para a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2019?
31 de janeiro de 2019
Começa o prazo para os MEIs acertarem as contas com a Receita Federal
31 de janeiro de 2019

A apresentação da Dirf 2019 é obrigatória para pessoas jurídicas e físicas que pagaram ou creditaram rendimentos sobre os quais tenha incidido retenção do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (IRRF), ainda que em um único mês do ano-calendário. Declaração esta que é entregue pelo contador responsável.

A Receita Federal libera os programas em meados de fevereiro de cada ano, até mesmo para possibilitar que as empresas façam a DIRF – Declaração de Imposto Retido na Fonte. Que tem por objetivo possibilitar o correto cumprimento da obrigação acessória a que se refere à norma por parte dos declarantes.

Comerciantes que utilizam cartão de crédito/débito na operação de suas vendas devem enviar até o final de fevereiro para o seu contador o Informe de Rendimento consolidando as operações e posições financeiras do ano base, como valores depositados na conta corrente e valores investidos em produtos financeiros e seus rendimentos, documento este que é cedido pela fonte pagadora às empresas ou às pessoas remuneradas com valores sujeitos à retenção do imposto na fonte.

Os empregadores devem entregar aos seus empregados até o final de fevereiro o Informe de Rendimento, documento este que fará base no IRPF 2019.

CONTAR – Contabilidade & Serviços publicará na Area do Cliente em tempo hábil.

 

Fonte: CONTAR – Contabilidade & Serviços