Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2018

Contribuição sindical dos empregados após a reforma trabalhista
23 de fevereiro de 2018
O que ocorre com o MEI que estourar o faturamento anual de 60 mil?
21 de março de 2018

Quem recebeu mais de R$ 28.559,70 ao ano de 2018 receita tributável, (salários, alugueis, serviços autônomos, aposentadoria e benefícios, previdência privada, etc.), terá que realizar a sua declaração IRPF.

Para saber se você deverá ou não realizar a declaração, basta conferir se você está enquadrado em algum das situações a seguir:

I – recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00 (quarenta mil reais);

II – obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

III – relativamente à atividade rural:

a) obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 (cento e quarenta e dois mil, setecentos e noventa e oito reais e cinquenta centavos);

b) pretenda compensar, no ano-calendário de 2017 ou posteriores, prejuízos de anos-calendário anteriores ou do próprio ano-calendário de 2017;

IV – teve, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais);

V – passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro; ou

VI – optou pela isenção do Imposto sobre a Renda incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no País, no prazo de 180 (cento e oitenta) dias, contado da celebração do contrato de venda, nos termos do art. 39 da Lei n° 11.196, de 21 de novembro de 2005.

O que é o Imposto de Renda 2018?

imposto de renda é um tipo de tributo que existe em vários países. No Brasil, o tributo atual foi implementado no ano de 1922, com o intuito de ampliar a saúde, o desenvolvimento urbano, a educação do país, com alíquotas que variavam de 8 e 20%. Nessa época, os impostos eram cobrados apenas das pessoas que possuíam os maiores salários dentro da sociedade.

Quem deve declarar?

Qualquer pessoa física e jurídica que possui um rendimento anual acima de R$ 28.559,70, é obrigado a pagar uma parte de seu faturamento para o Governo, com a taxa dependendo da jurisdição de cada região. A ideia é arrecadar recursos para o Governo implementar em diversas áreas no país, como o desenvolvimento de escolas, hospitais e o país de uma forma geral.

Débitos com a Receita Federal

Para quem está em dívida com o leão, é possível parcelar a conta em até oito vezes, portanto que o valor de cada parcela seja superior a R$ 50,00. Não estar em dia com a Receita Federal pode gerar dores de cabeça futuras, como multa diária de 0,33% sobre o valor da dívida.

Caso seja identificado fraude, o valor da multa pode ser de até 150% no valor total da dívida. Por isso é muito importante fazer a declaração de imposto de renda 2018. Mas você já sabe o que é isso?

Todos os anos, os brasileiros devem declarar à Receita Federal o Imposto de Renda de Pessoa Física, também conhecido como IRPF. Essa declaração deverá ser feita até o dia 30 de Abril de cada ano, e a entrega da declaração pode ser realizada gratuitamente no site da instituição.

O que devo declarar?

O contribuinte deverá declarar, com calma e muita paciência, todos os rendimentos tributáveis que tivera no ano subsequente, que nesse caso é 2017. Caso a declaração de imposto de renda não seja feita adequadamente, o contribuinte corre o risco de cair na malha fina do Leão, e a partir daí a Receita Federal passará a ficar de olho em você.

Como calcular?

Para calcular qual o valor deverá ser pago, há duas formas para chegar a esse resultado. A primeira é aplicar cada percentual referente ao total da base de cálculo e, em seguida, subtrair a parcela a ser deduzida. Para saber quais são as taxas (alíquotas) que serão cobradas, é preciso esperar a Receita liberar a tabela do imposto de renda.

Fonte: impostoderenda2018.net